31 março 2009

Robson Miguel

  

Nesses três últimos dias estive assistindo a vídeos de Robson Miguel, no You Tube tendo guardado mais de uma dezena deles nas minhas listas de reprodução.

Há muita gente que não conhece o violonista apesar de suas apresentações nos mais variados programas de televisão, no Brasil e no exterior. Ele esteve no Jô, na Hebe, na Dercy Gonçalves, no Clodovil, Ronnie Von, Fábio Júnior, Rolando Boldrin - tanta gente que seria mais prático dizer onde ele não esteve.

Desnecessário dizer que todas essas aparições apresentam um mesmo repertório de músicas, tiradas de humor e narrações de sua biografia. Acompanhar todas elas se torna cansativo.

A carreira vitoriosa de Robson Miguel começou recentemente, em 1985, quando viajou para a Espanha, no seu dizer, para conhecer o berço do violão, tocado em castelos medievais. Visitou vários desses castelos e depois construiu o seu próprio em São Paulo.

Ele é mundialmente reconhecido como um dos melhores violonistas, principalmente pela sua versatilidade. Ele executa qualquer tipo de música, do popular ao clássico, passando pelo Hino Nacional Brasileiro, flamenco, baião, chorinho, etc.

Em alguns vídeos do You Tube poderemos saber sobre sua carreira, seu castelo, seus projetos e suas performances.

Robson Miguel possui mais de duas dezenas de gravações no exterior e já publicou diversos videos-aula encontrados em qualquer loja.

Minha dificuldade aqui foi escolher um video dentre tantos à disposição. Vejam este onde ele interpreta um jazz de sua autoria de um modo bem didático. Ao fundo sua orquestra. Indico também Czardas, cujo autor é Victorio Monti.

3 comentários:

Efigênia Coutinho disse...

Olá, gostei muito desta sua postagem sobre ROBSON MIGUEL, e deixo um link, que acredito você vai gostar,
Efigênia Coutinho

http://poesiasefigeniacoutinho.blogspot.com/2009/02/jazz-de-porao-ao-smalls-jazz-club-em.html


http://poesiasefigeniacoutinho.blogspot.com/

Anônimo disse...

meu nome é andre luiz sou de manaus e eu estou fanatico em robison migueu aminha maior parte estou no conputador pra ouvir a voz delhe e a boca delhe pow meu esse homem tew a boa dos dedos eu acho elhe é meu viçio

benedito disse...

ele realmente e muito bom,mas é exagerado no modo de tocar