17 janeiro 2009

Per-Olov Kindgren


Per-Olov Kindgren nasceu em Bogotá, Colombia, filho de um sueco que estava neste país a trabalho. A família retornou a Estocolmo quando ele tinha três anos e uma série de acontecimentos cristalizou sua escolha e hoje ele é músico, compositor, professor e arranjador, tocando desde Bach até os Beatles, banda pela qual tinha muita admiração. Ele executa, praticamente, todas as músicas dos Beatles.

Eu estou numa fase de ouvir muito violão (violonistas) e tenho feito inúmeras descobertas, Kindgren é uma delas e eu até assinei sua página no You Tube. Na verdade hoje publicaria um outro violonista, uma dessas meninas que, por volta dos quatro, cinco anos, não se interessam por bonecas, apenas estudam o violão; aos 14, 15 anos já são possuidoras de uma técnica violonística invejável. Ana Vidovic, o fenômeno croata, interpretava uma peça denominada Cavatina, sem indicação de autor e, procurando o autor, achei a interpretação da mesma peça pelo violonista sueco. A fila está andando, assunto é o que não falta. Vidovic virá no próximo artigo... se eu não for atropelado por outro fenômeno.

Per-Olov Kindgren toca Cavatina de Stanley Myers

2 comentários:

Maldita Futebol Clube disse...

caro luiz não consegui comentar na postagem da ana... que belo violão e que blea forma suave de se tocar...qualidade musical e expressões facias perfeitas tradiuzindo singeleza e suavidade...adorei conhecer! abraços, Leandro

Anônimo disse...

Bem... já que gostas de descobrir fenômenos, experimente CARLOS BARBOSA LIMA, toca tudo de SCOTT JOPLIN, mas dentre tudo que já executou, eu destaco como obra prima de desempenho: "AQUARELA DO BRASIL" (tem no Youtube). Com certeza vais gostar muito.
Francisco.